Sâmia Bomfim protocola notícia-crime contra Bolsonaro

A líder do PSOL e demais líderes dos partidos que formam a Bancada da Minoria na Câmara recorrem STF por transgressão à Constituição durante reunião com embaixadores

19 jul 2022, 15:09 Tempo de leitura: 1 minuto, 21 segundos
Sâmia Bomfim protocola notícia-crime contra Bolsonaro

Fonte:

Nesta terça-feira (19), deputados da Bancada da Minoria na Câmara Federal protocolaram uma representação contra Bolsonaro por conta dos ataques do presidente ao sistema eleitoral e a democracia brasileira. A notícia crime foi endereçada ao STF, que deve apurar o delito de Bolsonaro durante reunião com embaixadores, no dia 18 de julho.

Sâmia Bomfim, líder da bancada do PSOL, lembra que não é de hoje que o Presidente da República questiona a lisura das urnas eletrônicas e destaca que no encontro com embaixadores Bolsonaro agiu de forma ainda mais mentirosa e antidemocrática, expondo a imagem do Brasil de forma repugnante. “Bolsonaro sabe que vai perder a eleição e acelerou a marcha para ameaçar país com um golpe. O encontro com embaixadores ontem, forrado de mentiras e provocações, foi prova disso. A esse tipo de provocação respondemos não somente com o voto, mas com a mobilização.”, destaca a parlamentar de São Paulo.

O documento encaminhado ao STF diz que o que se viu no delirante e constrangedor discurso dirigido aos convidados presentes à fatídica reunião convocada pelo representado. E lembra que a reunião de Bolsonaro com embaixadores foi divulgada por uma rede nacional de televisão em seu canal no Youtube, também transmitido ao vivo na rede de televisão pública TV BRASIL, da EBC S/A.  “Foi claramente a prática de um dos chamados crimes de lesa-pátria ou de traição contra seu povo, agora previsto expressamente no Código Penal, introduzido pela recém promulgada Lei nº 14.197/2022”