5 perguntas que Doria não respondeu sobre a Ração Humana

O projeto 'Alimento Para Todos', anunciado pelo prefeito João Doria na semana passada, tem sido alvo de muitas críticas e, desde então, gerado muitos questionamentos tanto pelos paulistanos quanto por toda a mídia nacional e internacional. Acontece que até agora não houve qualquer esclarecimento por parte da prefeitura. 

Separamos 5 novas questões que também precisam ser respondidas.

1. PLATAFORMA SINERGIA

Toda empresa, entidade e associação registrada possui um número de CNPJ. Por meio deste, é possível obter uma série de informações sobre a empresa no site da Receita Federal. Verificamos esses dados e, curiosamente, a Plataforma Sinergia está registrada como uma associação privada denominada 'Instituto da Plataforma Sinergia'. 

Dentre outras coisas é preciso declarar qual a finalidade da associação, eis que a Sinergia aparece ligada a atividades de cultura e arte. Sendo assim, é estranho, pois a Sinergia é a empresa por trás da produção da 'Ração Humana'.

2. VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Todo estabelecimento que produz, armazena ou distribua substâncias precisa de um registro da Vigilância Sanitária para funcionar. Contudo, não há qualquer inscrição vinculada ao CNPJ da Sinergia no site da ANVISA. Também não encontramos o registro da 'farinata', a 'Ração Humana'.

Afinal, existe tal registro? Por que ele não está disponível? Não deveria estar?

Além disso, para que se atenda a todas as normas legais, é necessário um registro municipal, que nós também não encontramos!

3. ENDEREÇO DA PLATAFORMA SINERGIA

O endereço vinculado ao CNPJ do 'Instituto da Plataforma Sinergia' é:

Avenida Cardoso de Melo, 291, Vila Olímpia

No entanto, o local é um condomínio residencial. Os moradores e frequentadores dali não conhecem a Rosana Perrotti, também nunca ouviram falar em Sinergia. A situação ainda piora: a planta dos apartamentos no condomínio em questão é de cerca de 70 m2. A pergunta é: onde estão sendo armazenadas as 50 toneladas da farinata? Onde ela é produzida?

4. LIOFILIZAÇÃO

"É uma tecnologia de secagem de alimentos, em que se retira toda a água em baixa temperatura"

A Rosana Perrotti, idealizadora da Plataforma Sinergia, trabalha na Johnson Nutrition. O processo de liofilização envolve um altíssimo custo, além de ser muito complexo. Bom, adivinhem qual processo a Johnson Nutrition pratica? Exatamente, a liofilização. Com certeza, é muito maior que 70 m2.

Queremos saber: A Johnson Nutrition tem alguma relação com a produção da farinata?

5. POR QUE JOÃO DORIA NÃO RESPONDE A TODAS ESSAS PERGUNTAS?

Por que ele não responde as perguntas dos jornalistas?

Por que ele não fornece qual o impacto orçamentário proveniente da isenção fiscal às empresas?

Por que Doria Já voltou atrás umas 5 vezes? Disse que tinha parceria, depois disse que não tem mais parceria. Disse que a 'farinata' iria para a merenda, depois voltou atrás. Primeiro disse que era para a população em situação de rua, depois disse que não era mais, e agora diz que é para a população em situação de rua. 

Será que para que consigamos ter alguma resposta precisaremos abrir uma CPI? Pelo visto sim! Por isso que nosso mandato seguirá na mobilização para coletar as assinaturas. Aqui na Câmara, já conseguimos as 19 assinaturas necessárias para poder protocolar a CPI, contudo, para que este projeto seja colocado em pauta e também votado, precisamos fazer muita pressão.

ASSINE A PETIÇÃO: 'Eu sou contra a Ração Humana'

Outras notícias