Nosso trabalho não vai parar

Fiquei feliz com a repercussão do anúncio da nossa pré-candidatura a deputada federal. Agradeço muito aos apoios e à disposição de luta e de construção de um programa a ser defendido durante as eleições. Surgiram também algumas dúvidas muito importantes de pessoas que gostam do nosso mandato e da nossa atuação na Câmara. Vou buscar responder a todas elas neste pequeno texto:

1) Você vai abandonar o mandato para se candidatar?

Não. A legislação eleitoral prevê que quem desempenha mandato no legislativo não precisa deixar o cargo para se candidatar a qualquer outro cargo. A regra vale somente para quem ocupa cargo executivo (prefeito, governador). Ou seja: sigo vereadora e seguirei vereadora. Só não serei mais vereadora se, de fato, for eleita deputada federal nas eleições de outubro.

2) Se você se tornar deputada vai abandonar São Paulo?

Não. Ser deputada federal é uma possibilidade de ter mais força, voz e instrumentos de luta. É levar as nossas demandas mais longe, enfrentar poderosos que mandam no país e são responsáveis pela situação ruim do nosso povo e das nossas cidades. Não abandonarei São Paulo, mas sim, estarei junto com São Paulo capital, região metropolitana, interior e litoral.

3)Você vai abandonar os servidores?

De jeito nenhum! Sou servidora pública estadual e tenho um compromisso de vida em defesa da nossa categoria, que sofre com o descaso de diferentes governantes. Este ano, derrotamos o Sampaprev e vamos nos manter em luta contra ele, informando, explicando, denunciando, independentemente do cargo que estiver ocupando. Este ano, por exemplo, o deputado estadual Carlos Giannazi foi indispensável no combate ao projeto. Os parlamentares do PSOL estão sempre ao lado dos servidores.

4) O que é cláusula de barreira?

As recentes mudanças na legislação eleitoral obrigaram os partidos a atingirem uma determinada porcentagem de votos nos estados para poder seguir aparecendo na TV. A partir dessa eleição, só terá direito ao fundo partidário e ao tempo de propaganda o partido que tiver recebido ao menos 1,5% dos votos válidos para a Câmara dos Deputados, distribuídos em pelo menos 9 estados, com um mínimo de 1% dos votos válidos em cada um deles. Se não conseguir cumprir esse parâmetro, o partido terá que eleger pelo menos 9 deputados federais, distribuídos em um mínimo de 9 estados diferentes, para não perder completamente os direitos dados aos partidos com representação no congresso. Para se ter uma ideia, caso a legislação estivesse em vigor em 2014, o PSOL teria ficado de fora. Por isso a necessidade das principais figuras do partido fortalecerem a votação da nossa bancada.

5) Você não está fazendo que nem o Doria?

Não! Doria entrou prometendo que nunca sairia da Prefeitura antes de terminar o mandato. Mas, na verdade, usou o cargo para destruir a cidade e como trampolim - ele queria ser candidato a presidente, lembra? Eu, por outro lado, além de não precisar deixar o cargo, também nunca usei o mandato para agir contra a cidade e virar as costas pra população para defender interesses pessoais e econômicos como ele faz.

6) Mas quem vai ficar no seu lugar? Posso confiar?

Pode confiar! O PSOL não faz aquelas coligações imensas com partidos que só se juntam na hora da eleição. Isso nos dá muita segurança para construir chapas eleitorais coerentes. Qualquer candidato eleito representa as ideias do partido e a defesa dos interesses dos trabalhadores. A minha suplente é a Isa Penna, mulher jovem e feminista como eu. Seus votos - bem como de outros candidatos na época - foram fundamentais para que o PSOL conquistasse uma vaga na Câmara Municipal. Caso eu me torne deputada federal, Isa e Toninho seriam uma bancada excelente e combativa.

Nosso trabalho não vai parar, muito pelo contrário. Seguiremos a todo vapor defendendo os interesses do povo de São Paulo. Os tucanos não vão se livrar de mim assim tão fácil. Quero que nossa força aumente ainda mais e, para isso, sigo contando com o apoio e a opinião sincera de todas e todos os que constróem nosso mandato todos os dias. Vai seguir tendo muita luta, porque o futuro pede coragem!

Sâmia


Confirme presença no evento e assista o vídeo em que anuncio a pré-candidatura:

Outras notícias