Sâmia Bomfim

  • Educação

Covas quer destruir a rede municipal! Abaixo o PL 452!

Prefeito de SP quer ampliar a terceirização de escolas municipais.

Bruno Covas quer aproveitar o momento da pandemia da Covid-19 para ampliar a terceirização nas escolas municipais de São Paulo.

Sem qualquer diálogo com pais de alunos e professores, Covas encaminhou à Câmara, em caráter de urgência, o Projeto de Lei 452/20 sob o pretexto de implementar a volta às aulas.

Assine o abaixo-assinado contra o PL 452:
https://samiabomfim.com.br/contra-pl452/

Se fosse só esse o tema já seria um problema, porque a questão do retorno da atividades escolares ainda precisa ser muito discutida, e o Brasil segue sendo um dos epicentros da Covid-19.

Mas o PL de Covas traz outros pontos muito mais graves que ampliam, ainda mais, a terceirização das escolas municipais de SP.

“O sucateamento da educação pública é um projeto do PSDB de Doria e Covas. O que eles querem com essa terceirização é desconstruir a rede, precarizando ainda mais o trabalho dos professores”, afirma a deputada federal Sâmia Bomfim.

Para Maia Fortes, mãe de dois alunos da rede municipal, a terceirização da educação infantil “tem um impacto direto na qualidade da educação e dos atendimentos, porque a prefeitura não terá controle sobre esses espaços que, em geral, não respeitam as regras do que é uma educação de qualidade para as crianças.”

A comunidade escolar da rede municipal de São Paulo está atenta e mobilizada para impedir a aprovação dessa atrocidade.

Contem com o apoio do mandato da Deputada Federal Sâmia Bomfim (PSOL).

Conheça os principais pontos negativos do projeto 452 de Bruno Covas:

  • Aprofunda a terceirização na educação infantil, “comprando” vagas de EMEIs na rede privada com verba pública
  • Cria vouchers para uniforme e material escolar (sem delimitar regras), permitindo, na prática, compra de material e de uniforme sem licitação
  • Limita a autonomia das escolas na adesão ao Programa São Paulo Integral, podendo transformá-lo num programa de reforço e não voltado para o desenvolvimento de novas habilidades
  • Amplia o número de contratados na rede, afetando as chamadas de concursos e precarizando a carreira dos educadores
  • Altera o atendimento médico pericial da prefeitura para um que se adapta aos moldes do Estado, precarizado ainda mais o trabalho dos professores

Este é o podcast da Sâmia Bomfim, deputada federal pelo PSOL/SP. Aqui conversamos sobre os principais acontecimentos do Brasil e do mundo.

Conheça a deputada
Sâmia Bomfim

Sâmia Bomfim tem 30 anos, foi vereadora de São Paulo e, atualmente, é deputada federal pelo PSOL. Elegeu-se com 250 mil votos, sendo a mais votada do partido e a oitava mais votada de todo o estado de São Paulo. Seu mandato jovem, feminista e antifascista levanta bandeiras que a maioria dos políticos não tem coragem de levantar. Ela é linha de frente no enfrentamento do conservadorismo e na oposição aos desmandos do governo Bolsonaro, defendendo sempre a maioria do povo.

Nossas bandeiras
na Câmara Federal

  • Lutar pelo impeachment de Bolsonaro.
  • Lutar para ampliar e garantir os direitos das mulheres.
  • Defender as vidas, os empregos e os direitos das brasileiras e dos brasileiros diante da pandemia de Covid-19.

Ler mais